Cinco dicas para arrebentar no Conqueror’s Blade

Conqueror’s Blade mistura ação e foco nas mecânicas de RPG, enquanto promove batalhas de cerco massivas entre 30 jogadores, divididos em dois times de 15. Recentemente, o game lançou uma nova temporada, chamada Tirania que promete tirar o folego dos gamers de plantão.

Pensando nisso, a gente separou cinco dicas importantes para você arrebentar no jogo da Booming Tech. Só lembrando que Conqueror’s Blade é para PC e pode ser encontrado gratuitamente na Steam. Se liga!

1- Qual a melhor classe?

Conqueror’s Blade conta com doze classes, incluindo a de Maul, que é exclusiva de conteúdo de temporada. Cada uma delas é definida pela arma que usa e tem um estilo próprio de combate: espada, lança, arcos fazem parte do arsenal.

O título separa as classes pela dificuldade, já que algumas exigem mais habilidades na execução dos combos do que outras, por isso é importante não ter medo e experimentar todas.

Todas as classes possuem uma árvore de habilidades única para desbloquear com o tempo. Isso faz com que apresentem vantagens e fraquezas em combate quando comparadas umas com as outras. Assim, o ideal aqui é experimentar cada uma delas para entender como funcionam, já que isso pode se tornar uma vantagem competitiva contra os inimigos.

Depois de escolher a que mais se identificou, fique com ela por um bom tempo antes de trocar. Muitas classes só revelam o potencial quando são liberadas as habilidades mais avançadas da árvore, e os primeiros dias jogando são mais tranquilos com qualquer classe. Algumas delas ficam menos efetivas com o tempo, principalmente as da linha “fácil de jogar”, já que as unidades inimigas melhoram a armadura e ficam mais difíceis de abater. Se sentir que está avançando de forma mais lenta e perdendo muitas batalhas, troque de classe

2 – Não pule os tutoriais

Ao iniciar o jogo, existe um tutorial que ensina o básico do combate com as classes. Depois dessa etapa, os tutoriais seguintes são opcionais, que fazem parte de uma linha de quests paralela à história principal.

Você precisa completá-las. Assim, o personagem selecionado vai ter aulas com NPCs, que vão ensinar os controles avançados de unidades, como interagir com elementos do campo de batalha e a usar com eficiência a artilharia. Essa última parte é muito importante para vencer as partidas.

Sabemos que a vontade é ir direto para o combate e começar a duelar com outros jogadores, mas é importante seguir os tutoriais para conhecer melhor o jogo, além de receber boas recompensas, que vão auxiliar no início da jornada.

3 – Quais unidades utilizar?

O grande diferencial de Conqueror’s Blade é misturar elementos de estratégia com o sistema de combate de ação escolhido. O jogador controla um batalhão que vai ajudar a invadir ou proteger locais importantes no campo de batalha.

Preste atenção que exite uma enorme variedade de unidades para escolher, cada uma com vantagens e desvantagens únicas. Todas elas podem ser melhoradas com o tempo e são essenciais para vencer os diversos modos de jogo.

A unidade mais indicada para iniciantes é a Milícia de Pique. As habilidades deste grupo de lanceiros evoluem muito bem com o tempo e vale o investimento de pontos. Quando atingem o potencial máximo, causam dano massivo nas linhas inimigas, mesmo nas etapas mais avançadas do game. Por conta disso, essa unidade não precisa ser trocada tão cedo e é, provavelmente, a que mais vai durar no exército, entre todas as opções iniciais.


Para atividades mais difíceis, como as Expedições, os Sargentos de Lança são uma boa escolha. Eles são uma unidade mais avançada, mas podem ser liberados bem cedo quando comparados com as outras do mesmo nível. São resistentes para fazer a linha de frente e ainda assim conseguem causar um ótimo dano com as lanças. Os Arqueiros Namkham, os Guardas de Lança Imperial e os Guardas Condotierri também são tropas poderosas que você pode focar em conseguir no decorrer da aventura.

4 – Compre um segundo cavalo

Ao começar a jogar Conqueror’s Blade, você recebe um cavalo. No entanto, tem mais espaços para montaria no inventário e a dica é comprar o segundo cavalo o mais rápido possível. Isso porque, em batalha, o cavalo pode ser abatido e ficar sem montaria é uma desvantagem considerável.

Com um cavalo é possível flanquear ofensivamente os inimigos ou escapar de diversas maneiras, inclusive pulando de alturas elevadas, já que montado não existe dano de queda. Adquira logo um bom cavalo, de nível alto e cheio de resistências. Eles não são baratos, mas compensam o investimento no longo prazo.

5 – Procure sempre se comunicar

As batalhas são em equipe e o trabalho conjunto é o que vai fazer um time superar o outro. Por isso, é preciso conversar sempre com os aliados sobre quais pontos invadir, como enganar os inimigos, quais unidades os adversários estão usando e definir a melhor estratégia para o uso das artilharias.

Como nem sempre todos vão falar o mesmo idioma, utilize o sistema de marcações do jogo. Ele é bem intuitivo e pode ajudar a contar seus planos para os aliados e revelar informações dos inimigos.

No entanto, tenha em mente que é necessário ter espírito de liderança. Todos estão jogando para se divertir! Um time compacto e se ajudando tem muito mais chances de sair vitorioso.

Outras dicas rápidas para Conqueror’s Blade

  • Comprar artilharia no mercado ou conseguir via quests é bem mais barato do que comprar dos NPCs.
  • Use a artilharia para abater unidades e não adversários humanos.
  • As catapultas podem acertar aliados, muito cuidado ao usá-las.
  • Criar o próprio equipamento é bem mais barato que comprá-lo e rende atributos melhores.
  • Faça os desafios de temporada para liberar unidades poderosas.
  • Desafios diários e semanais são a sua melhor fonte de recurso no início da aventura.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.